Quer receber conteúdos de alto impacto?

Faça como dezenas de investidores, deixe seu email e receba nossos conteúdos diretamente no seu email.

Seu cadastro na newsletter foi realizado com sucesso! Fique ligado nos nossos e-mails 📩
Ops! Algo deu errado ao enviar o formulário.

Por que as criptomoedas são um investimento a longo prazo?

Investimentos

Escrito por

Lorenzo Frazzon

em

29

de

Aug

de

2019

MEIO
Por que as criptomoedas são um investimento a longo prazo?

Saiba por que é importante ter uma visão de longo prazo para lucrar e aumentar o patrimônio com criptomoedas


As criptomoedas e a tecnologia blockchain representam um revolução no mundo dos negócios, mas por enquanto o grande interesse sobre elas é como uma nova classe de investimentos. Infelizmente a grande maioria das pessoas quer obter lucro no curto prazo, isso na verdade gera mais riscos para os investidores.

As operações de criptomoedas no curto prazo, conhecidas como “trade” necessitam de muito estudo e tempo, porém a maioria das pessoas tem outra profissão e não podem (nem devem) encarar o trade como um forma de investimento.

Os maiores investidores do mundo são aqueles que criaram grandes negócios no longo prazo ou investiram em empresas com o objetivo de longo prazo. O grande exemplo no mundo dos investimentos é Warren Buffett, um dos homens mais ricos do mundo, que fez sua fortuna investimento em ações de boas empresas com objetivo de longo prazo.

Grandes empresas criadas por pessoas de sucesso também não foram criadas do dia para noite. Coca-cola, Microsoft, Amazon, McDonalds, Apple, entre outras são empresas com anos de história de criação de valor.

Mudando um pouco o foco e achando uma comparação melhor, ativos como Ouro e Prata também são investimentos que naturalmente possuem capacidade de valorização no longo prazo e ainda funcionam como reserva de valor.

Recentemente o investidor Spencer Bogart, sócio da Blockchain Capital, em entrevista à Bloomberg afirmou que o Bitcoin é um porto seguro como investimento a longo prazo. Apesar de ainda não ser consolidado como uma proteção em cenários de crise, essa criptomoeda vem adquirindo  características para se tornar esse tipo de ativo financeiro.

Analisando a evolução do preço do Bitcoin ou de outra criptomoeda no longo prazo, o caminho da valorização passou por altos e baixos. Por isso reforçamos: não venda na baixa! Acumular Bitcoins e Criptomoedas no longo prazo é uma ótima forma de diversificar os investimentos e potencializar seu retorno.


Valorização histórica do Bitcoin

Agora vamos ver como Bitcoin se comportou ao longo do tempo para mostrar a sua tendência de alta como investimento a longo prazo.

Apesar do Bitcoin existir desde 2009, vale a pena considerar seu preço a partir de 2011, que é o histórico de preços de uma das mais antigas e sólidas exchanges, a BitStamp. Observe o gráfico a seguir de 2011 a agosto de 2019.

Por que o Bitcoin é um investimento de longo prazo
Evolução do preço Bitcoin de 2011 a 2019


Pode ser visto na imagem anterior que o preço do Bitcoin saiu de 11 dólares em 2011 para os atuais 10 mil dólares uma valorização de mais de 80.000%, mas isso não foi do dia para a noite e em linha reta.

Logo após iniciar as negociações em 2011, seu preço caiu 80% e só se recuperou no fim de 2012. Depois em 2013 ele valorizou mais de 10 vezes e conseguiu superar os 200 dólares em novembro de 2013.

Na sequência ele seguiu subindo e superou os mil dólares pela primeira vez. No entanto o hack e roubo de milhares de Bitcoin da exchange japonesa Mt. Gox levou o Bitcoin novamente para a faixa dos 200 dólares. 

Os anos de 2014 e 2015 foram dominados por uma tendência de baixa seguida de uma movimento lateral, que só foi superado no fim de 2015. Em 2016 ele subiu de forma constante e aí chegou 2017.

O Bitcoin começou 2017 superando os históricos mil dólares e uma sequência de fatos positivos seguidos de um movimento de exagerado otimismo conhecido como hype sobre Bitcoin e Blockchain, levaram o preço até os 10 mil dólares em novembro e dezembro de 2017, quando quase bateu em 20 mil dólares.

Chegou então 2018 e uma forte tendência de baixa levou o preço até a faixa dos três mil dólares. Aí ele se manteve entre 3 e 4 mil dólares entre novembro de 2018 e o final de março de 2019, quando rompeu os 4 mil dólares e saltou até os 13 mil dólares.

Agora ele vem se comportando bonito na faixa de 10 mil dólares, dando chance para as pessoas comprarem antes de iniciar uma possível nova escalada de preços.

Previsões de Preço do Bitcoin no Longo Prazo

E quais seriam as previsões em relação ao preço do Bitcoin como um investimento a  longo prazo? Essa é uma pergunta que todos dias nos fazem. Não podemos prever isso, pois simplesmente não existe bola de cristal no mercado financeiro, nem na vida.

Porém, o comportamento do Bitcoin nesses últimos 10 anos e a sua evolução orgânica e sólida nos deixam convictos de seu potencial como ativo financeiro digital com características únicas. A estabilidade tecnológica, sua adoção crescente, a descentralização, o engajamento natural da comunidade e a sua escassez são apenas alguns de seus pontos fortes.

Se formos enumerar as previsões de preço podemos ver estimativas de até US$ 1 milhão como um executivo da IBM fez nesse vídeo. Já o investidor Tim Draper, que já investiu no Skype, Tesla, Twitter, entre outras, afirmou que o Bitcoin poderá valer US$ 250 mil em 2023. Alguns outros analistas estimam que a moeda poderá chegar aos US$ 100 mil nos próximos 2 a 3 anos.

Como já comentei anteriormente não temos e não acreditamos em bolsa de cristal, mas acredito que mantido o ritmo atual e se confirmando alguns gatilhos de preço, devemos ver o Bitcoin entre US$ 30 mil e US$ 50 mil nos próximos 2 anos.


E então, compro ou não?

Cada pessoa ao fazer investimentos tem que respeitar seu perfil e já adianto, com 13 anos atuando no mercado financeiro, nunca vi dois investidores iguais. 

Posso afirmar que se você aguenta oscilações de curto prazo, possui reserva de emergência e tem um dinheiro que não vai usar no curto prazo; você deve ter um pouquinho de Bitcoin, por menos que seja essa posição.

Acredito que estamos presenciando uma mudança de paradigmas no mundo dos investimentos e o Bitcoin, silenciosamente, é o líder dessa revolução.

Se meu filho(a) nascesse hoje, eu compraria 0,1 Bitcoin e só deixaria ele vender quando completasse 18 anos. Se temos a sombra de uma árvore hoje, foi porque alguém a plantou anos atrás.

Lorenzo Frazzon

CSO, Economista