Quer receber conteúdos de alto impacto?

Faça como dezenas de investidores, deixe seu email e receba nossos conteúdos diretamente no seu email.

Seu cadastro na newsletter foi realizado com sucesso! Fique ligado nos nossos e-mails 📩
Ops! Algo deu errado ao enviar o formulário.

Passo a passo para comprar criptomoedas com segurança

Passo a passo

Escrito por

Pedro Camara

em

10

de

Sep

de

2019

Passo a passo para comprar criptomoedas com segurança

Quando o assunto é criptomoeda, um dos primeiros questionamentos que vêm à mente do investidor é: é seguro investir nas moedas digitais? 

E a resposta é: Sim, é seguro. Mas é importante saber que criptomoedas são ativos que oscilam de preço, e da mesma maneira que outros investimentos de renda variável (ações, FIIS, ETFs, etc) as criptomoedas também possuem riscos. Por isso, antes de comprar criptomoedas a nossa dica é: estude sobre o assunto (nosso blog está repleto de conteúdos que irão te ajudar).

Quais os riscos de investir em criptomoedas?

Para começar nosso passo-a-passo, precisamos estar cientes de quais os riscos estão envolvidos ao começar a investir em criptomoedas, vamos detalhar alguns deles abaixo.

Risco de usabilidade

Risco de usabilidade ou simplesmente o risco de perder um pendrive, esquecer a senha da sua carteira ou qualquer outro acidente de percurso digital.

Quer um exemplo? Em 2013, o americano James Howell jogou na lata do lixo um disco rígido que continha a sua carteira com 7.500 bitcoins, pouco mais de US$ 76 milhões hoje. Mas e aí? Como se proteger? Aprendendo como funcionam as carteiras, fazendo backups ou comprando criptomoedas através de empresas seguras que armazenam as moedas para você em Cold Wallets, por exemplo.

Risco de sistema

Essa é uma das principais preocupações dos investidores de criptomoedas. Se não existe nenhum sistema regulador das moedas digitais quem garante o funcionamento da rede? Como ter certeza de que não haverá fraude?

Mesmo sendo um risco, esse item é ainda um grande ponto forte e diferencial das criptomoedas, principalmente do Bitcoin. A  segurança do sistema depende de três fatores: a criptografia, a rede peer-to-peer e o conjunto de incentivos contidos no protocolo (vamos explicar esses itens com mais detalhes em outro blog post).

A criptografia do Bitcoin é de chave pública, isso possibilita que as transações sejam públicas e anônimas, a não ser que você conheça a chave pública de outra pessoa, você não saberá quem realizou a transação. Por isso, pública e anônima ao mesmo tempo.

A rede peer-to-peer garante a propagação das transações e dos blocos minerados. Uma rede p2p, de forma básica, possibilita a transferência de qualquer dado sem a necessidade de um intermediário. E porque ela é segura? Pois a rede é distribuída, possui uma parte dela em incontáveis lugares por todo o mundo, para derrubar a rede ou mesmo tentar adulterar uma transação, seria necessário fazê-la em pelo menos 51% dos nós espalhados pelo mundo.

Quem mantém esses nós, são os mineradores, e eles são remunerados por isso. Todo minerador recebe um prêmio por validar um bloco de transações e ainda recebe uma parte em taxas das pessoas que estiverem transacionando valores, e essa remuneração incentiva os mineradores a continuarem mantendo a rede em funcionamento.

Risco de mercado

Como não há nenhuma entidade encarregada de controlar o valor e a emissão das criptomoedas, não há nenhuma garantia por parte do estado do “valor” das mesmas no mercado.

Não é possível prever quanto essa ou aquela moeda digital valerá amanhã. O preço é determinado pela oferta e procura, também conhecidas como "forças de mercado". Hoje o custo da liberdade que o Bitcoin proporciona deriva desse maior risco de mercado.

E agora, por onde começar?

Depois de entender os riscos envolvidos, vamos a algumas dicas e itens necessários a conhecer antes de começar a investir em Bitcoin e outras criptomoedas. É importante prestar bnastante atenção a todos os itens para comprar e guardar suas criptomoedas em com segurança.

Estude sobre o mercado

Conhecimento é o primeiro passo, é também um dos mais importantes para começar com segurança. Entenda como funcionam as transações, a dinâmica da compra e venda, o que influencia os picos de valorização e desvalorização das moedas virtuais, etc.

Invista com cautela

O mercado de criptomoedas é volátil e para investir com segurança é preciso saber o quanto você está disposto a perder. Alinhe suas expectativas com a realidade.

Escolha sua moeda

Além do Bitcoin  existem mais de 1000 outras criptomoedas, algumas delas também são ótimos projetos e tem uma boa perspectiva para o futuro. É importante sempre estudar o mercado e estar atento a novos projetos com um bom potencial.

Mas caso não tenha tempo ou conhecimento suficiente para desbravar o mercado, a Investtor faz isso para você, você pode consultar nossos pacotes de criptomoedas selecionadas e escolher o que melhor se adequa ao seu perfil.

Escolha uma empresa ou exchange de confiança

Escolha uma empresa de confiança e que seja bem avaliada para prevenir imprevistos e não cair em esquemas ilegais de fundos de captação de criptomoedas.

Leve em conta o suporte que a empresa oferece, quão fácil é para comprar as criptomoedas, as funcionalidades da plataforma ou sistema, a segurança das transações, o cumprimento de todos os regulamentos do país do usuário, etc.

Transfira suas criptomoedas para uma carteira

Se você comprou suas criptomoedas através de uma exchange, é importante ter em mente que as exchanges não foram criadas para armazenar criptomoedas

O principal objetivo delas é ser um meio de compra e venda desses ativos, e por esse e outros motivos, sempre estarão sujeitas a ataques hackers, com o objetivo de roubar os fundos armazenados. Muitas exchanges não possuem reservas para garantir o saldo dos clientes caso um ataque ocorra, o que pode acarretar na perda dos valores lá guardados.

Já na Investtor, você não tem essa preocupação. Ao comprar criptomoedas na Investtor cuidamos para você do armazenamento seguro de suas criptomedas. Utilizamos cold-wallets para guardar suas criptomoedas, ou seja, elas não estarão conectadas a internet e não estarão sujeito a ataques hackers.

Faça backup da sua carteira

Caso você opte por comprar criptomoedas em exchanges e armazená-las em carteiras digitais lembre-se de fazer o backup da sua carteira e guardá-la em local seguro.

Considerações finais

Impossível negar que o mercado de criptomoedas já representa uma nova revolução na economia mundial. Apesar de sua volatilidade, o mercado tem atraído cada vez mais investidores e se consolidado como uma alternativa para diversificar os investimentos em busca de maior rentabilidade.

Graças a plataformas como a Investtor, hoje é fácil, rápido e simples comprar criptomoedas com segurança e tranquilidade, tornando acessível a todos que tenham interesse, independente do nível de conhecimento sobre o assunto.

Curtiu esse conteúdo? Cadastre-se agora em nossa newsletter para receber notícias em tempo real do mercado de criptomoedas.

Pedro Camara

CTO, Desenvolvedor Full-stack