Quer receber conteúdos de alto impacto?

Faça como dezenas de investidores, deixe seu email e receba nossos conteúdos diretamente no seu email.

Seu cadastro na newsletter foi realizado com sucesso! Fique ligado nos nossos e-mails 📩
Ops! Algo deu errado ao enviar o formulário.

O que são altcoins?

Criptomoedas

Escrito por

Pedro Camara

em

24

de

Sep

de

2019

O que são altcoins

Além do Bitcoin, a primeira criptomoeda lançada em 2008 por Satoshi Nakamoto, existem mais de 2800 outras criptomoedas (segundo o CoinMarketCap) para quem deseja explorar esse mercado. Dentre essas, algumas criptomoedas se destacam e merecem nossa atenção, como por exemplo a Litecoin, o Ethereum ou ainda a Binance Coin.

Altcoins, como o próprio nome sugere, são criptomoedas criadas como alternativa ou mesmo concorrentes do Bitcoin. Muita delas buscam resolver problemas conhecidos do Bitcoin, como por exemplo demora nas transações, custo muito elevado ou até mesmo usabilidade. Há também, outros tipos de altcoins, aquelas que apresentam tecnologia para resolver problemas do mercado em geral, utilizando ou não o poder da blockchain.

É muito importante destacar, que nem todas as criptomoedas são boas. Dentre as mais de 2800 criptomoedas disponíveis no mercado, muitas são consideradas SCAMs, pirâmides financeiras ou mesmo projetos que não deram certo, por vários motivos, que vão desde a um time desqualificado ou ainda não possuírem um modelo de negócio claro.

A primeira altcoin

A primeira altcoin foi lançada em 2011, três anos após o Bitcoin. A NameCoin(NMC) nasceu com o propósito de ser um sistema de registro de domínios baseado no Bitcoin. O curioso, é que ela foi criada motivada por um problema que o criador do Bitcoin encontrou ao registrar o domínio bitcoin.org.

Satoshi queria preservar sua identidade ao registrar o domínio, mas não existia nenhum serviço que ele pudesse utilizar de maneira anônima, ele foi obrigado a utilizar o serviço anonymouspeech.com que permitiu a ele pagar o registro do domínio com um cartão-presente.

Hoje, a NameCoin é um projeto morto, que não teve sucesso no que se propôs a resolver, mas foi um projeto importante para dar início a transformação que as altcoins causaram no mercado até aqui.

Alguns tipos de altcoins

Com o passar do tempo, outras criptomoedas foram criadas. O Litecoin tinha o objetivo de ser mais rápido e mais barato que o Bitcoin ao realizar transações monetárias (o Bitcoin já resolve em parte esses problemas com o uso da Lightning Network e do Segwit). Surgiram também altcoins em que a proposta de valor é a privacidade, sendo o Monero uma das principais.

Outro tipo de criptomoeda são as que surgiram com a bifurcação de rede (hard fork) de outra criptomoeda. A mais conhecida, o Bitcoin Cash, surgiu após a rede não aceitar uma proposta de alteração no algoritmo para tornar o tamanho dos blocos maiores, proposta por Roger Ver. Uma parte da rede de mineradores aceitou a mudança e outra não, dando origem assim a uma cópia do Bitcoin.

Curioso é que o Bitcoin Cash, que é um hard fork, recentemente sofreu outra bifurcação de rede, que deu origem ao Bitcoin Cash SV, além disso, teve seu nome alterado para Bitcoin Cash ABC.

Características das altcoins

Como já dissemos, as altcoins surgiram com o propósito de ser uma alternativa a tecnologia inovadora ao Bitcoin. Aliás, INOVAÇÃO é uma das premissas dessas criptomoedas. Essas novas moedas surgem no ecossistema incorporando detalhes técnicos, novas FUNCIONALIDADES ou até mesmo maior VELOCIDADE nas transações.

Algumas, possuem ALGORITMO próprio e na maioria das vezes uma ESTRUTURA de funcionamento bem diferente do Bitcoin, já que nem todas utilizam a tecnologia Blockchain. Outras, possuem regras diferentes de política monetária, a fim de encorajar usos e tratamentos distintos.

E a mais clara das diferenças entre elas é o PREÇO de mercado, cada uma possui seu valor intrínseco definido pela proposta de valor, necessidade e interesse da comunidade em possuir determinada altcoin.

Em nossa página de moedas, você pode consultar a análise de algumas criptomoedas, ver o que cada projeto propõe resolver e conhecer um pouco mais da história de cada uma.

Vale a pena investir em altcoins?

Ficou claro até aqui que a quantidade de altcoins disponível no mercado é imensa, e isso nos mostra que há muitas opções para diversificar o portfolio, mas em contrapartida, é preciso muita atenção e cuidado para encontrar uma boa altcoin.

As altcoins são essenciais no portifolio de quem busca uma boa valorização no longo prazo. É possível apostar em projetos pequenos e que possuem uma boa perspectiva para o futuro, direcionando uma pequena parte do capital destinado a cripto para projetos que podem valorizar exponencialmente com o tempo. Outro fato relevante é que hoje as altcoins estão bastante desvalorizadas em relação ao Bitcoin e isso pode dar uma margem ainda maior de valorização.

Mas também é muito importante conhecer o projeto que deseja comprar. Muitas criptomoedas possuem  um ciclo de vida curto. Por ser relativamente fácil criar uma nova criptomoeda (utilizando o Ethereum, por exemplo) muitas surgem a cada dia com um único objetivo: enganar o público interessado, são criptomoedas que chamamos de SCAMs. Uma análise mínima ao time envolvido e a solução proposta é necessário para evitar projetos maliciosos.

É fundamental que o planejamento de investimentos tenha o suporte de um profissional especializado, como um consultor financeiro pessoal ou em uma empresa que já atue com consultoria de investimentos em criptomoedas. Nosso time pode te ajudar a escolher a melhor altcoin para o seu perfil e ainda auxiliar na alocação do seu capital.

E para te ajudar ainda mais a comprar altcoins com tranquilidade e segurança, aqui na Investtor você pode escolher a estratégia de criptomoeda que melhor se adequa ao seu perfil e interesse. Nosso time de especialistas analisa o mercado e recomenda somente os melhores projetos, além disso, cada estratégia possui uma distribuição ideal para alocar seu capital.

Pedro Camara

CTO, Desenvolvedor Full-stack