Quer receber conteúdos de alto impacto?

Faça como dezenas de investidores, deixe seu email e receba nossos conteúdos diretamente no seu email.

Seu cadastro na newsletter foi realizado com sucesso! Fique ligado nos nossos e-mails 📩
Ops! Algo deu errado ao enviar o formulário.

Mundo das criptomoedas: como evitar pirâmides e outros golpes

Criptomoedas

Escrito por

Lorenzo Frazzon

em

19

de

Dec

de

2019

MEIO
Mundo das criptomoedas: como evitar pirâmides e outros golpes

O mundo das criptomoedas vem atraindo atenção do grande público e também de muitas empresas mal intencionadas. Continue a leitura e aprenda como se proteger de golpes envolvendo ativos digitais.


Se você já investe ou pretende começar a investir em criptomoedas provavelmente já se deparou com muitas dúvidas e incertezas sobre essa classe de ativos, e justamente essas dúvidas, aliadas ao fato de ainda ser tudo muito novo que surgem várias tentativas de golpes, dos mais variados tipos.

Com bastante frequência, recebemos notícias de golpes sendo desmascarados e deixando milhares de pessoas com prejuízos enormes ou até mesmo relatos de pessoas que perderam todas as economias em uma pirâmide financeira ou outro tipo de golpe.

Neste artigo, vamos mostrar a você os tipos de golpes conhecidos, como identificá-los e como ficar longe para não perder dinheiro. Após leitura deste conteúdo você terá informações necessárias para investir com segurança em criptomoedas.


Golpes mais comuns

O mundo das criptomoedas ainda é muito recente, pouco mais de 10 anos, mas isso não foi nenhuma barreira para golpes milionários nesse mercado. Há relatos de golpes de todo tipo, desde links falsos para roubar criptomoedas, até pirâmides financeiras muito bem elaboradas.

Os mais comuns limitam-se a tentar roubar as criptomoedas de quem começa a investir, com links falsos para carteiras até mesmo exchanges mal intencionadas.


Carteiras falsas

Pode parecer simples, mas é um golpe muito comum e estão presentes até mesmo nas lojas oficiais da Apple e Google. Normalmente os valores depositados são transferidos diretamente para a conta de cybercrimonosos. Nesses casos, é impossível reaver suas criptomoedas.

Para evitar esse tipo de roubo, é importante evitar apps recém publicados nas lojas, e dar preferência às que possuem selo de desenvolvedor verificado, e até mesmo optar por indicações de amigos.

Outra dica importante, é não transferir imediatamente todo o seu patrimônio de criptoativos para uma nova carteira.

Confira os artigos: Como funciona a carteira Exodus e Como funciona a carteira Coinomi, duas wallets excelentes e seguras.   



Exchanges falsas

Assim como as carteiras, é muito comum casas de câmbio falsas prontas para sumir com as suas moedas digitais. A dica é praticamente a mesma do item anterior: verifique a fama da empresa antes de passar seu dinheiro e prefira indicações de amigos e conhecidos. 



Phishing

Talvez um dos golpes mais clássicos da internet, o phishing, consiste na tentativa de roubo de informações pessoais. 

No mundo das criptomoedas, os hackers tentam roubar a chave privada dos usuários ou mesmo os dados de acesso às exchanges utilizando-se de links falsos que tentam se passar por exchanges, carteiras ou outros serviços. 

Para evitar isso, fique atento à links e e-mails estranhos, nunca coloque seus dados sem ter certeza de que está no site original. Sempre abra o site da sua wallet manualmente para evitar qualquer transtorno. 


Pirâmides e clubes de investimento: bom demais pra ser verdade

Além dos golpes citados anteriormente, que são os mais simples e que têm foco em quem está realizando seus investimentos de maneira solitária, existem os golpes focados em quem prefere se juntar com mais pessoas achando que isso vai gerar muito mais dinheiro em menos tempo: fuja da tentação!

Geralmente esses golpes mais elaborados vêm acompanhados de promessas de ganhos muito atrativas. Esses esquemas geralmente prometem dobrar seu investimento em poucos meses ou até dias ou ainda ganhos fixos diários.

No mundo dos investimentos, ganhos fixos geralmente se limitam apenas a aplicações em renda fixa, e os ganhos são limitados a taxa básica de juros (SELIC), que neste momento está em 4,5% ao ano, pouco menos de 0,4% ao mês. Bitcoin e criptomoedas são ativos para investir a longo prazo, é praticamente impossível prever o preço e ganhos certos no curto prazo.


Pirâmides

Esse tipo de golpe atrai pessoas que acham que uma repentina valorização de uma moeda (como ocorreu com o bitcoin) vai voltar a acontecer facilmente no mundo das criptomoedas em um curto espaço de tempo. 

Um ambiente perfeito para os golpistas agirem.

São criadas moedas fictícias, a partir das quais começa a se recrutar investidores, que precisam recrutar outros investidores e assim por diante. 

Obviamente, para entrar é preciso desembolsar uma certa quantia. O topo sempre ganha mais a cada novo investidor, além de não ser ético prometer em contrato rendimentos fixos com ativos variáveis utilizando robôs de investimento. 

A dica para evitar isso tudo é bem simples: não confie em nada que é fácil demais e “super revolucionário”. 

Antes de investir em um "projeto", como se auto intitulam, busque saber quem são os envolvidos, qual a proposta e o problema que a empresa busca resolver. Mas como regra, tenha sempre em mente: criptomoedas são ativos com preço variável, é quase impossível prever ganhos no curto prazo.


Clubes de investimentos

Como já falamos anteriormente, promessas de dinheiro rápido e fácil provavelmente são golpes. Esses clubes de investimentos prometem isso, com o adicional de não precisar entender do universo das criptomoedas. 

Normalmente basta fazer um cadastro e depositar o valor solicitado e você já está dentro do clube. A regra é bem simples: fique longe de clubes de investimentos que prometem lucro garantido.

ICOs falsas e Dumps: nem tudo é o que parece

Em 2017, no ápice do preço do Bitcoin, surgiram vários projetos revolucionários, ao menos, a proposta era essa. 

As ICOs (“Initial Coin Offering”, ou Oferta Inicial de Moeda) ganharam popularidade nesse ano, várias empresas criaram propostas de produtos muito bem desenhados que resolveria vários problemas conhecidos utilizando-se da tecnologia Blockchain.

No entanto, da mesma maneira que as criptomoedas facilitaram empresas e pessoas bem intencionadas de arrecadar fundos, isso também facilitou a vida de aproveitadores, que se utilizaram da praticidade das criptomoedas para roubar o dinheiro de investidores despreparados.

ICOs falsas

As ICOs ajudaram muito empresas sérias a captarem recursos para desenvolver novos projetos, porém golpistas também passaram a utilizar essa tecnologia para roubar recursos sem deixar rastros. 

Esse tipo de golpe é um pouco mais difícil de identificar, geralmente são muito bem elaborados e pensado nos mínimos detalhes para enganar até o mais experiente dos investidores.

Existem poucas maneiras de identificar um ICO fraudulento e todas requerem muito estudo e análise do projeto. 

Confira o artigo detalhado de como evitar esse tipo de gole: Proteja-se de SCAMs

Mas também há duas estratégias mais fáceis de aplicar, a primeira é ir ao extremo e não investir em ICOs novas, a segunda, é investir uma quantidade baixa, que não irá fazer falta caso o projeto não tenha sucesso ou seja um golpe.



Pumps and Dumps

Esse golpe é um dos mais complexos de se identificar, os cybercrimonosos lançam uma nova criptomoeda no mercado ou realizam uma grande compra em um projeto com pouco valor de mercado.

Na sequência, geram uma grande divulgação da moeda em fóruns e redes sociais atraindo o interesse de outros usuários, que passam a comprar a moeda. 

Quando essa moeda atinge um alto preço, eles vendem as moedas que tinham comprado no início, lucram muito com isso e abandonam o projeto desvalorizado. 

Como não podemos prever quais moedas são honestas e quais vão ser abandonadas, a dica é: não invista grandes quantidades em novos tokens do mercado para evitar prejuízos.

Segurança e transparência: a melhor escolha 

O mundo das criptomoedas é uma ótima opção para diversificar seus investimentos, mas assim como no mercado tradicional, é preciso desconfiar de facilidades duvidosas que algumas situações oferecem, sendo esta uma das melhores maneiras de se evitar prejuízos e decepções. 

Os melhores investidores optam por aplicar em carteiras que oferecem maior segurança e transparência, como já falamos neste artigo, onde abordamos 3 pontos cruciais: segurança, confiabilidade e praticidade

E é sempre bom lembrar: não dê seus dados pessoais (CPF, senha, datas, códigos, etc.), sem ter certeza de que está num ambiente seguro. E, principalmente, nunca faça transferência de todas as suas criptomoedas de uma vez só. 

Não acredite em promessas de enriquecimento instantâneo, estude muito para entender o mercado no qual está investindo, e lembre-se que em qualquer investimento é preciso ter disciplina, planejamento e uma boa estratégia. 

Quanto mais rápido o retorno que o negócio promete, maior a probabilidade de ser um golpe.

Lorenzo Frazzon

CSO, Economista