Quer receber conteúdos de alto impacto?

Faça como dezenas de investidores, deixe seu email e receba nossos conteúdos diretamente no seu email.

Seu cadastro na newsletter foi realizado com sucesso! Fique ligado nos nossos e-mails 📩
Ops! Algo deu errado ao enviar o formulário.

Investtor News: mercado de criptomoedas em novembro e dezembro de 2019

Mercado

Escrito por

Lorenzo Frazzon

em

9

de

Jan

de

2020

TOPO
Investtor News: mercado de criptomoedas em novembro e dezembro de 2019

Fique por dentro dos principais acontecimentos no mercado de criptomoedas nos dois últimos meses de 2019. 


Os meses de Novembro e Dezembro de 2019 foram marcados por mais quedas no preço do Bitcoin, no entanto, por outro lado a regulação das criptomoedas avança no mundo todo, como é o caso dos EUA, a maior economia hoje no mundo.

No Brasil, a XP Investimentos lançou seu primeiro fundo de investimentos em criptomoedas para investidores qualificados, isso mostra que o mercado está ganhando maturidade e desperta cada vez mais o interesse de investidores mainstream.

Mesmo com alguns bons acontecimentos, há também o relato de Youtubers que alegam que o Google está censurando vídeos relacionados a criptomoedas. 

Estes relatos são bastante negativos para o mercado de criptomoedas, pois a plataforma tem sido uma ótima fonte de informação e disseminação de conhecimento sobre criptoativos.

E para fechar, vale destacar o cenário futuro favorável e a proximidade do halving do Bitcoin, previsto para maio deste ano. Este evento poderá resultar no aumento do preço do Bitcoin, pois diminui a oferta de novas moedas no mercado.


Google censura vídeos relacionados às criptomoedas no Youtube

Os principais produtores de conteúdo sobre moedas digitais da plataforma relataram que tiveram seus vídeos excluídos pelo YouTube sem aviso prévio, sob justificativa de “violação de diretrizes de conteúdo”, por serem considerados “nocivos e perigosos” ou como “venda de produtos não regulamentados”.

Segundo os Youtubers, os vídeos relacionados às criptomoedas tiveram o alcance reduzido pela plataforma. De acordo com estatísticas, os vídeos não estão mais tendo o mesmo destaque, bem como o YouTube recentemente descarta vídeos relacionados a criptomoedas da sessão “Recomendados”, o que compromete a audiência.


XP Investimentos lança fundo de investimentos em criptomoedas

O mercado de investimentos tradicionais mostra que está de olho no mercado, e a XP lançou uma nova alternativa para diversificação. 

Em dezembro a XP Investimentos começou a oferecer cotas de um fundo de investimento passivo aprovado pela CVM, por meio de um fundo da gestora Hashdex.

O fundo replica um índice que se chama HDAI (Hashdex Digital Assets Index), composto por uma cesta de criptomoedas, entre elas, o Bitcoin. 

O primeiro fundo de investimentos composto por criptos a ser oferecido pela XP é chamado de Hashdex Criptoativos Explorer FIC FIM, composto por até 40% de seu patrimônio no índice HDAI e até 60% em renda fixa (títulos públicos), com investimento mínimo de R$10 mil e taxa de administração de 1% ao ano.


Governo norte americano dá mais um passo para a regulação

O maior destaque dos últimos dois meses se dá por um dos elementos mais impactantes no mercado de criptomoedas, a sua regulamentação. 

No mês de dezembro, o governo norte-americano deu mais um passo nessa direção apresentando no congresso um projeto de lei que visa regulamentar os criptoativos. 

O projeto de lei tem como objetivo definir três tipos de ativos digitais

  1. Cripto-commodities: são bens econômicos dentro de uma blockchain;
  2. Criptomoedas: são definidas como representações do dólar ou derivativos em uma blockchain;
  3. Títulos: considerados todos os instrumentos de dívida, patrimônio e derivativos em uma blockchain. Assim, cada tipo de criptoativo ficaria sob a jurisdição de um órgão regulador diferente.

As principais altas no mercado de criptomoedas e seus potenciais projetos

Analisando as trinta maiores criptomoedas considerando sua capitalização de mercado, o Investtor News mostra as cinco criptomoedas que mais se valorizaram no mês de dezembro:

ATOM foi a criptomoeda com maior valorização nesse período, com uma alta de 26,88%. A rede Cosmos e sua criptomoeda ATOM visam criar, por meio de uma combinação de redes descentralizadas de código aberto, transferência de valor e armazenamento de dados.

Uma ferramenta para interagir com várias cadeias paralelas de blocos com finalidade de estimular a adoção e o uso dessas tecnologias.

Em seguida, a criptomoeda que mais se valorizou foi a CRO com um aumento de 26,47%. 

A criptomoeda CRO e sua Blockchain Crypto.com é focada em acelerar a transição da moeda fiduciária para a criptomoeda. 

Seus principais produtos incluem: uma carteira própria de criptomoedas, um App para comprar, vender e pagar com sua criptomoeda, um cartão VISA sem taxas anuais e a Crypto.com Blockchain, que permite aos usuários pagar e receber com a criptomoeda, em qualquer lugar, e de graça.

A terceira cripto de nossa lista é a OKB, com uma valorização de 24,33%. OKB é um token de utilitário global emitido pela OK Blockchain Foundation. 

A proposta do projeto é conectar projetos de ativos digitais com potencial a usuários da Corretora de Criptomoedas OK e investidores profissionais, como objetivo de criar um ecossistema que permita o desenvolvimento da tecnologia blockchain e do setor de ativos digitais.

Em quarto lugar está a HT, que se valorizou em 12,37% no mês de dezembro. Huobi Token é um token lançado pela Huobi Global, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo. 

Ele é distribuído por meio da troca de cartões pré-pagos utilizáveis em serviços básicos da Huobi, oferecendo aos usuários descontos nas taxas de negociação e outros benefícios.

Por fim, em quinto e último lugar na nossa lista, está a XTZ, com uma alta de 11,89%. A rede da criptomoeda XRZ, Tezos, é um blockchain multiuso que busca combinar um protocolo de auto-correção e governança para gerenciar futuras alterações e implementações na rede. 

A rede foi projetada para suportar a criação de novos tokens, contratos inteligentes e aplicativos descentralizados.

O rumo do mundo das criptomoedas

Nossa visão para o médio prazo é otimista, muitos fatos como os mostrados aqui, mostram que o mercado está amadurecendo e atraindo cada vez mais o interesse de novos investidores, além de que países com grande influência no mundo estão começando a olhar para os cripto ativos com outros olhos.

Outro fato relevante e positivo para comunidade é a proximidade do próximo “halving” do Bitcoin, que irá reduzir a recompensa para os mineradores da criptomoeda em 50%, previsto para acontecer em  maio de 2020. 

Ao reduzir a emissão de Bitcoins pela metade, ocorrerá um efeito deflacionário e, portanto, a moeda se tornará mais escassa. 

Isso faz com que se crie uma forte tendência de elevação de seu preço de mercado, podendo até mesmo superar a máxima histórica de 2017, quando o Bitcoin alcançou R$81.547,28. 

A crescente demanda das pessoas por meios de pagamento digitais pode ser o ponta pé inicial para uma adoção em massa das criptomoedas como meio de troca. Os recentes esforços para regular os cripto ativos no mundo todo mostram que vieram para ficar, é só questão de tempo para que a adoção pelo público em geral aconteça.
Continue acompanhando nosso blog e aproveite para ler agora mesmo o artigo sobre a melhor plataforma para comprar bitcoin e outras criptomoedas. Confira!

Lorenzo Frazzon

CSO, Economista