Quer receber conteúdos de alto impacto?

Faça como dezenas de investidores, deixe seu email e receba nossos conteúdos diretamente no seu email.

Seu cadastro na newsletter foi realizado com sucesso! Fique ligado nos nossos e-mails 📩
Ops! Algo deu errado ao enviar o formulário.

15 mitos e verdades sobre bitcoin que ninguém te contou

Criptomoedas

Escrito por

Pedro Camara

em

7

de

Jan

de

2020

TOPO
15 mitos e verdades sobre Bitcoin que ninguém te contou

Tudo que você sempre quis saber sobre Bitcoin e criptomoedas em um único artigo. Conheça 15 dos mitos e verdades sobre Bitcoin e criptomoedas.


As criptomoedas já fazem parte de nosso cotidiano e não há como negar: as moedas digitais estão revolucionando o mercado financeiro desde 2008 - ano em que foi criado o Bitcoin. Acontece que quanto mais rápido cresce este mercado, mais rápido também circulam as notícias e os boatos sobre ele.

É claro que se você, assim como a maioria das pessoas ainda tem dúvidas e está querendo esclarecer todos os boatos, confira nosso artigo sobre os principais mitos e verdades sobre Bitcoin e de outras criptomoedas.


1. É possível fazer compras com Bitcoin no Brasil? 

Verdade! Já é possível utilizar o Bitcoin e outras criptomoedas para fazer compras em alguns estabelecimentos no Brasil e no mundo. 

Inclusive, em Buenos Aires e Miami, por exemplo, é possível trocar seus Bitcoins em um caixa eletrônico por moeda local, quando o Bitcoin não é aceito como forma de pagamento.


2. Só posso negociar Bitcoin em corretoras?

Mito! A blockchain é uma tecnologia peer-to-peer, ou seja, as transações são efetuadas de pessoa para pessoa. As corretoras são um meio para facilitar a troca, caso você não conheça outras pessoas interessadas em trocar Bitcoin por Real ou outra moeda local.

As 3 principais maneiras de adquirir Bitcoin são:


3. É preciso ter muito dinheiro para comprar Bitcoin?

Mito! A verdade é que o Bitcoin é uma moeda fracionária. Cada Bitcoin é dividido em 100 milhões de partes conhecidos como Satoshi. Com R$ 0,03 é possível comprar aproximadamente 100 Satoshis. 

Na Investtor é possível começar a investir em Bitcoin e criptomoedas com apenas R$ 100 reais, ou seja, você não precisar dispor altos valores para entrar para a criptoeconomia.


4. O preço do Bitcoin varia por corretora porque elas querem?

Mito! O mundo do Bitcoin sofre constantes mudanças pois é um mercado aberto 24 horas por dia, 7 dias por semana. 

Qualquer usuário pode fazer uma transação e definir o quanto deseja pagar ou receber por 1 Bitcoin. Se mais pessoas desejam comprar Bitcoin o preço tende a subir e se mais pessoas desejam vender o preço tende a cair.


5. As transações com bitcoins são irreversíveis?  

Verdade! É muito importante que você preste muita atenção e tome cuidado ao realizar uma transferência de Bitcoin. 

No mercado de criptomoedas, depois de uma transação ser anexada ao bloco e inserida na blockchain não poderá mais ser modificada.


6. A única forma de guardar o Bitcoin é na nuvem?

Mito! Assim como o dinheiro convencional, existem diversas formas de guardar o Bitcoin. Opte sempre pela alternativa de armazenamento o mais segura.


7. Transações com Bitcoin não podem ser rastreadas?

Mito! Na maioria das criptomoedas é possível rastrear as transações com exceção de algumas criptomoedas como Monero e Horizen, por exemplo. No Bitcoin, a blockchain é pública e todas as transações podem ser visualizadas e analisadas.

Porém, as transações mostram apenas os valores, o endereço de carteira e a data e hora em que foi realizada. 

O endereço da carteira no entanto é anônimo se não for compartilhado com outros usuários e é impossível realizar a ligação entre você e o endereço.

8. As transações de Bitcoin não guardam dados pessoais, como nome e CPF?

Verdade! No entanto, assim como todo tráfego online, as transações com Bitcoins podem ser rastreadas. As técnicas para isso são as mesmas usadas para rastrear um e-mail ou outras informações digitais.

Além disso, em algum momento o detentor da moeda virtual terá que fazer transações com o mundo físico, transformando suas moedas virtuais em dólares ou reais, por exemplo.

Para isso é necessário ter uma conta em uma plataforma, mas para abrir essa conta é indispensável a apresentação de documentos que comprove a sua identidade.


9. O Bitcoin é ilegal?

Mito! O site Bitcoin Regulation mostra um mapa global com o status da regulação em cada país. No Brasil, a moeda é legal, mas ainda não conta com uma regulamentação específica

A posição do Banco Central é que não haverá regulamentação por enquanto, embora também afirme que acompanha o desenvolvimento da tecnologia.

Mesmo sem uma regulamentação específica, deve-se fazer a declaração de Bitcoins no Imposto de Renda. A Receita Federal disponibiliza orientações para fazer a declaração de posse e ganhos com as moedas virtuais.

10. O Bitcoin é uma pirâmide?

Mito! O Bitcoin é um ativo criptográfico e único que obteve valor com passar dos anos, devido a grande demanda de pessoas e empresas interessadas em utilizar a tecnologia. 

O Bitcoin não tem nenhuma ligação com esquemas de pirâmide financeira, porém algumas pessoas más intencionadas podem utilizar o Bitcoin (e até o Real) para realizarem golpes e esquemas de pirâmides. Por isso é tão importante ficar atento aos mitos e verdades sobre bitcoin. 

Descubra como evitar pirâmides e outros golpes que envolvem criptomoedas


11. O Bitcoin possibilita a lavagem de dinheiro?

Mito! No Brasil todas as transações em Bitcoin e criptomoedas precisam ser declaradas à Receita Federal desde Outubro de 2019, porém antes disso não existia essa exigência e pode ter sido possível realizar tal prática.

12. Bitcoin possibilita a ocultação de patrimônio? 

Verdade! É possível que uma pessoa possa ocultar valores ganhos ilegalmente ou legalmente. Se seu endereço público não for divulgado, não há como os órgãos do governo criarem qualquer relação entre uma carteira de Bitcoin e você.

13. Governos podem “desligar” a moeda?

Sim e não! Alguns países como a Bolívia, Afeganistão, Argélia e Vietnã proibiram o uso da criptomoeda, mas isso não impede que as pessoas transacionem a criptomoeda sem o consentimento do estado.

Por outro lado, os países mais avançados estão desenvolvendo regulamentações para lidar com a moeda criando obrigações, mas liberando seu uso no dia a dia. Essa é a tendência para o futuro.


14. Bitcoin é uma versão digital do Ouro? 

Verdade! Depois de uma breve pesquisa é fácil perceber que sim. O bitcoin é o ativo mais semelhante ao ouro já criado pelo homem. Através da sua escassez e utilidade o Bitcoin é muito procurado atualmente para reserva de valor. 

Há quem diga ainda que o Bitcoin é melhor que o ouro, devido suas características que são:

  • Portabilidade: é mais fácil transportar 1 Bitcoin do que 1kg de Ouro
  • Divisibilidade: dividir o Bitcoin é algo muito simples e natural
  • Fungibilidade: é possível guardar o Bitcoin nas mais variadas formas


15. O Bitcoin é escasso? 

Verdade! Além de escasso é também limitado, duas das principais características do Bitcoin. Sua emissão programada e previsível garante um grande diferencial em relação a qualquer outro ativo utilizado como reserva de valor. 

Diferente das moedas tradicionais como o Dólar e o Real, que podem ser impressos a vontade pelo governo (causando inflação), o Bitcoin possui uma quantidade prevista de emissão de 21 milhões de Bitcoins.

Justamente pelo fato do mercado de criptoativos está em alta, de maneira a se tornar uma alternativa mais segura e prática às ferramentas financeiras atuais, que nós devemos nos manter informado sobre esta nova tecnologia. 

Chegamos em um nível onde é possível realizar compras com Bitcoin em lojas espalhadas pelo mundo todo, a negociação de moedas digitais não para. 

A compra deste ativo com as mesmas características do ouro pode ser feita por uma corretora ou uma transação de pessoa para pessoa (peer-to-peer), sem serem confiscados pela Receita Federal como atividade ilícita.

O segredo é sempre guardar bem as suas chaves privadas da carteira onde estão seus Bitcoins e ter cuidado para não ser enganado por um esquema de pirâmide como já mencionei acima.

A Investtor, que reconhece a demanda crescente de pessoas interessadas por essa tecnologia, ajuda você a investir em criptomoedas de forma simples e segura a partir de R$ 100,00. Somos movidos pelo desejo de democratizar o acesso à cripto-revolução. 

Por isso, não deixe de compartilhar e comentar aqui embaixo quais eram as suas dúvidas sobre o Bitcoin. Nossa equipe ficará muito feliz em poder ajudar!

Pedro Camara

Desenvolvedor Full-stack